Antonieta de Barros foi a primeira mulher negra eleita na política do Brasil

abril 07, 2023

 

Antonieta de Barros

Arte: Maria Rosa @mariarosa.art

Se professora, jornalista, escritora e deputada estadual são profissões consideradas de destaque para mulheres nos dias de hoje, imagine na primeira metade do século XX e sendo negra. 


Eleita para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 1934, apenas dois anos após as mulheres conquistarem direito ao voto, Antonieta de Barros foi a primeira deputada estadual negra do país, primeira deputada mulher do estado e a primeira representante feminina negra no Poder Legislativo na América Latina. 


Imagem da assembléia legislativa de Santa Catarina daquela época.

Nascida em Florianópolis em 17 de julho de 1901, no seu mandato cumpriu papel extremamente importante para a educação e cidadania no país. É dela a autoria da Lei nº 145, de 12 de outubro de 1948, que instituiu o Dia do Professor em 15 de outubro e o feriado escolar.


Antonieta de Barros em um dos projetos pela educação
Falecida em 28 de março de 1952, permaneceu a única pessoa negra no parlamento catarinense até 2012. Em sua honra, a Assembleia Legislativa de SC concede anualmente a Medalha Antonieta de Barros a mulheres com relevante desempenho em defesa dos diretos da mulher catarinense. 
Imagem de Antonieta de Barros


Fonte: GOMES, Flávio dos Santos. Enciclopédia Negra/Flávio dos Santos Gomes, Jaime Lauriano e Lilia Moritz Schwarcz. 1. Ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.


Você também pode gostar

0 comentários

Posts Populares